O Profissão Maquiagem Profissional está sempre preocupado em estudar e informar seu público sobre a origem dos produtos com os quais trabalhamos e também os que estão disponíveis no mercado. No caso específico dos produtos de beleza e higiene, estes são usados de forma contínua, todos os dias.

produtos de beleza e higiene

Com o desenvolvimento da indústria química passamos a entrar em contato com substâncias que nunca existiram antes e que não existem originalmente na natureza.

O importante a saber sobre isso é que se essas substâncias não são adequadamente metabolizadas e eliminadas, acabam se acumulando em nosso corpo. É esse efeito cumulativo que nos traz riscos potenciais.

Um homem usa diariamente, em média até 6 produtos de higiene pessoal, e a mulher, 12, o que significa uma exposição a cerca de 168 substâncias químicas diferentes todos os dias.

Nosso corpo pode até conseguir lidar com pequenas quantidades de uma determinada toxina, mas muitas “pequenas quantidades” juntas acabam potencializando a toxicidade uma da outra, daí o efeito sinérgico.

Mas que substâncias são essas que estão nos produtos de beleza e higiene e o que elas causam?

Produtos químicos

Hoje, cerca de 80 mil produtos químicos estão em uso comercial. Na indústria de cosméticos, menos de 20% desses químicos foram devidamente testados quanto à segurança para a nossa saúde.

Dentre os testados, alguns são permitidos – em pequenas quantidades – mesmo demonstrando efeitos adversos.

Veja alguns exemplos de ingredientes do mal que estão presentes produtos de beleza e higiene:

– Tolueno: é um subproduto do petróleo, encontrado em esmaltes e cosméticos. Pode afetar o funcionamento do cérebro e o sistema nervoso ou até o crescimento fetal e infantil.

– Formaldeído sintético: é um composto orgânico volátil (COV) extremamente prejudicial à saúde, geralmente encontrado em esmaltes e relaxantes capilares. Os COVs são produtos que vaporizam e contaminam o ar. O formaldeído sintético é tóxico e cancerígeno.

– Alumínio: metal tóxico amplamente usado em desodorantes, sprays nasais e xampus. Quando produtos com alumínio, como o desodorante, são aplicados em áreas próximas aos seios, há um risco dos químicos serem absorvidos e afetarem a produção de estrogênio, desregulando o funcionamento do sistema endócrino.

– Parabenos: conservantes sintéticos encontrados em cosméticos, produtos de higiene e até em loções para bebês. Pode prejudicar o funcionamento do sistema endócrino e causar alergias severas.

– Lauril sulfato de sódio: criado para limpar e fazer espuma, é geralmente encontrado nos xampus, sabonetes líquidos e pasta de dentes. Não é fundamentalmente perigoso, mas durante seu processo de criação pode ocorrer contaminação por 1,4-dioxano, um subproduto cancerígeno que enfraquece o sistema imunológico.

– Fragrâncias sintéticas: feito com óleos produzidos a partir do petróleo, esses compostos químicos chamados ftalatos são encontrados em sabonetes, loções, xampus, desodorantes, condicionadores e perfumes. É relacionado com disfunções hormonais.

– Chumbo: encontrado frequentemente nos batons, pode causar aumento em problemas neurológicos, distúrbios no sangue, depressão e deficiência de aprendizado e comportamento em crianças.

Agora que você já sabe o que pode afetar seriamente sua saúde e como, basta ficar atenta na hora de comprar produtos de higiene pessoal e até mesmo aqueles para o uso diário em casa.

Procure optar sempre por produtos orgânicos e naturais e de procedência certificada.

produtos orgânicos e naturais

Caso queira adquirir e conhecer nossa linha de produtos orgânicos, visite o nosso site Aqui!

Para adquirir todos os produtos do site com 30% de desconto entre em contato pelo formulário abaixo.

CONTATO

 

0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *